5 erros que as empresas cometem nas redes sociais


A quarentena mostrou-nos a todos que as redes sociais são um espaço fantástico para vender. E porquê? Porque permite uma ligação de proximidade entre as marcas e os consumidores e uma interatividade até então nunca experienciada, de forma instantânea.


É, portanto, cada vez mais óbvio que a grande maioria dos negócios vai investir, cada vez mais, na divulgação dos seus produtos e serviços nas redes sociais. Se é o teu caso, parabéns! Acabaste de dar um passo em frente para expandir o teu negócio e multiplicar as tuas vendas.


Contudo, não posso deixar de realçar que, embora tenham um potencial tremendo, as redes sociais devem ser usadas de forma profissional, sobretudo para quem representa marcas! Um passo em falso e podes destruir toda a credibilidade que tens vindo a construir até agora. Se a tua especialidade não é, de todo, o marketing digital, recomendo que deixes isso para alguém que tenha formação nessa área (by the way, podes conhecer o meu serviço de Gestão de Redes Sociais através do qual faço toda a criação e manutenção de conteúdos de Instagram e Facebook para várias marcas e negócios online!)


Se te sentes confortável com as redes sociais, segue em frente. Quero ajudar-te e, por isso, preparei uma lista de erros que as empresas cometem nas redes sociais para que possas evitá-los e saltar mais rapidamente para o sucesso. Vamos a isso?


Erros que as empresas cometem nas redes sociais


Desvalorizar a qualidade das imagens


Embora as legendas tenham uma grande importância também (e falaremos sobre isso), as imagens devem ser de alta qualidade. Sejam fotografias sejam montagens, devem reflectir a personalidade da marca e ter elevada qualidade. Individualmente, cada fotografia ou montagem deverá ser nítida e facilmente legível (ou seja, muito cuidado com o excesso de informações, filtros e afins).


Nestes casos, o clássico “menos é mais” é uma grande verdade que não deves descurar.


No final, todas as imagens que colocares nas tuas redes sociais criam um feed mais ou menos harmonioso, ao qual deverás estar atenta/o.


Não responder aos comentários & mensagens


Se um seguidor/cliente/potencial cliente perde tempo a enviar-te uma mensagem ou um comentário, deves sempre responder-lhe, mesmo que seja um comentário menos negativo. Tens uma oportunidade incrível de estabelecer relações com as pessoas que acompanham o teu negócio.


Sê sempre diplomata e NUNCA entres em discussões com nenhum seguidor – não vale a pena queimar a tua imagem online. Lidar com comentários, sobretudo os menos positivos, exige algum estômago que, geralmente, o dono do negócio não tem porque é “o seu bebé”.


É por isso que, se não consegues ser imparcial, deves procurar ajuda profissional para gerir as tuas redes sociais.


Não colocar o preço


Esta é uma opinião pessoal mas, após uma sondagem que fiz na minha comunidade no Instagram, percebi que é uma opinião geral. Lojas ou negócios que não colocam os preços dos seus produtos ou serviços nas descrições dos mesmos, afastam potenciais clientes.


No meu caso, muito dificilmente vou enviar uma mensagem privada a pedir o preço de um determinado produto quando o mesmo deveria estar exposto para garantir a transparência e a igualdade. Caso contrário, penso que me podem fazer um valor diferente do que fazem a outra pessoa (e, acredita, há várias lojas online que o fazem).


Não colocar descrições do produto


Espetar uma fotografia ou vídeo de um produto nas redes sociais sem uma legenda a acompanhar, ou somente com a referência ou valor do produto, é um erro.


Aproveita cada legenda para explicar melhor o teu produto, de que forma ele pode ajudar os teus seguidores a resolver um determinado problema.


Estarem focadas apenas em vender, e não tanto em informar e criar uma comunidade em torno do produto / serviço.


Há perfis nas redes sociais cujo único objectivo é a venda directa dos seus produtos ou serviços. É um espaço altamente comercial que, na verdade, não traz grande valor a quem segue. Não é inspiracional, não é educativo – é simplesmente comercial.


Uma excelente forma de ganhares clientes é criar uma comunidade. E isso consegue-se percebendo quais são as dores do teu público-alvo e criando conteúdo que os ajude nesse sentido. É claro que os teus produtos e serviços poderão (e deverão) aparecer várias vezes, mas deverás ter também conteúdo simplesmente para educar / ajudar / inspirar essa comunidade em relação ao teu nicho.


Conclusão


Tira partido das redes sociais da melhor forma, evitando alguns erros básicos mas clássicos. E, se precisares de ajuda para comunicar melhor o teu negócio nas redes sociais, descobre o serviço de Gestão de Redes Sociais e como te posso ajudar nesse sentido!

62 visualizações

VAMOS COMEÇAR?

Queres agendar a tua primeira sessão de Consultoria ou ainda tens dúvidas sobre como te posso ajudar a transformar o teu projecto online? Contacta-me!

 

Preenche o formulário online ou envia um email para ola@barbarabacao.pt .Terei todo o gosto em falar contigo!